terça-feira, 3 de novembro de 2009

Eu de mim

Retalhos  - fragmento do livro NINGUÉM É DE NINGUÉM, do autor
 
 
 
FILHO é o nosso mais puro pensamento passado pela atividade genésica.
 
PERDAS é quando o coração sai do peito deixando-nos ocos.
 
SAUDADE é qualquer coisa que se distanciou de nós e não desamarrou a corda que nos une.
 
ESPERANÇA é o que queremos, o que desejamos, o que sonhamos, logo ali na frente.
 
DÚVIDAS é quando o pensamento entre em redemoinho.
 
SUSTO é quando, ao dobrarmos uma esquina qualquer, encontramos o tempo.
 
LÁGRIMAS é nós diluidos em líquidos de alegria, de dor e de saudade.
 
FUGAS é quando nos tornamos covardes, insensatos, ignorantes e fugimos de nós mesmos.
 
SONHOS é quando contatamos o amanhã e aperitivamos o momento que nos espera.
 
 
 
 
    Abraço a todos,
 
Paulo Prado.

POETAS DO ACAMPAMENTO DA POESIA DE ENTRE-IJUÍS

PARQUE DAS FONTES - ENTRE-IJUÍS - MISSÕES - RS

Lançamento do Livro Afluências 8 dos Poetas do Acampamento da Poesia por SolBatt