quarta-feira, 11 de novembro de 2009

A VIDA DO POETA POR JOÃO JUSTINIANO





Mensagem original
De: João Justiniano < joaojustiniano@terra.com.br >
Para: solsolbat < solsolbat@bol.com.br >
Assunto: Re: [ACAMPAMENTO DA POESIA DE EN TRE-IJUÍS]
Enviada: 11/11/2009 14:55


Envaidecido e quanto, Solange, pelo ícone!
Nem,  podia imaginar. Dá vontade de publicar mais livros. E escrever indefinidamente.
Ê, e como é fácil publicar no  blog. Passar-te o texto e pronto.
Vai então mais este. Fácil assim, enviarei sempre mais um.
João Justiniano
 

A Vida do Poeta

                    25.08.75

 

A vida do poeta é uma flor entreaberta,

uma esperança, um canto, a ilusão pressentida;

o gosto do trabalho e da vitória certa,

e, com certeza a dor, que robustece a vida.

 

De passagem o tempo, a que ele chama lida,

que constrói e destrói, que comanda e conserta.

E a alma, acima do tempo, eterna, não vencida,

Posposta às gerações a que anima e desperta.

 

É feliz porque entende essa expressão de nada

e tudo que resume e confunde a existência

ora tranqüila e mansa, ora desesperada.

 

Pode viver em paz um centenário inteiro,

Cantando o amor, cultuando a fé e a inteligência,

um século transpor, janeiro após janeiro.

 

POETAS DO ACAMPAMENTO DA POESIA DE ENTRE-IJUÍS

PARQUE DAS FONTES - ENTRE-IJUÍS - MISSÕES - RS

Lançamento do Livro Afluências 8 dos Poetas do Acampamento da Poesia por SolBatt